Carregando ...


Coloque no seu Site

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

LEMBRETE PROFÉTICO

MATEUS CAPITULO 24 VERSOS 38 E 39   
38 - Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, 
39 - E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos; assim será também a vinda do Filho do homem.


Nos dias de Noé, todo o mundo da época, com exceção de Noé e sua família, morreram no dilúvio. Eles não acreditaram que Deus mandaria chuva do céu, e, mesmo com os insistentes chamados de Deus através de Noé, eles continuaram sua vida tranquilamente até que veio o dilúvio e os levou a todos.

Jesus nos diz que na volta dEle a este mundo, acontecerá da mesma forma. Muitas pessoas não vão acreditar na mensagem da volta de Jesus e vão continuar sua vida tranquilamente. Infelizmente o destino delas será o mesmo que o das pessoas do tempo de Noé – serão mortas com a vinda de Jesus e estarão perdidas para sempre 

Quando Jesus disse que “estando dois homens no campo, um será levado e um será deixado”, isto quer dizer que um deles estará preparado para a volta de Jesus e será salvo e levado nas nuvens para encontrar com Jesus. O outro não estava preparado e será morto porque não estava preparado para encontrar com Jesus em toda a Sua glória.

Vamos ver outra passagem sobre o mesmo tema. Apocalipse 1:7 diz: “Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o transpassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.”

Jesus virá nas nuvens do céu, e “TODO O OLHO O VERÁ”. Jesus voltará num mesmo instante para todos. Não existe arrebatamento secreto, muito menos arrebatamento desta ou daquela igreja em específico.



Leia Mais ►

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

OBEDIENCIA PARA DEUS

SALMOS CAPITULO 128 VERSO 1 
1 - BEM-AVENTURADO aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos.

A obediência é um atributo imprescindível aos filhos de Deus, pois sem ela não há como ter um relacionamento com Ele. O Espírito Santo nos faz compreender que não podemos nos apoiar em nosso próprio entendimento, precisamos da sabedoria de Deus para dirigir nossos passos e nos conduzir pelo Caminho que é Cristo.

Temos que abdicar do controle que pensamos ter e reconhecer que ele pertence a Deus. Assim, servir a Deus torna-se um deleite e não um fardo, pois entendemos que nos submeter a Ele sempre é a decisão mais sensata.

Algo muito importante é estarmos cientes de que a obediência A DEUS NÃO vem através de nossa intuição. Em outras palavras, obedecer a Deus não é fazer o que sentimos que o nosso coração diz que é certo e confundir tal façanha com a ‘’voz de Deus’’. Para obedecê-Lo, é necessário antes conhecê-Lo para que aprendamos o que Ele quer de nós e isto só pode acontecer de maneira prática e racional, jamais emocional.

E qual a principal fonte de aprendizado sobre Deus? A Bíblia. Esta não é uma novidade, mas muitos ignoram este fato. Lá estão expostos e prontos a serem memorizados (e praticados) os ensinamentos, princípios e conselhos mais preciosos criados por Deus especialmente para nós, alicerçados em características inatas a Ele. Sim, pois, se analisarmos cada um dos fundamentos bíblicos chegaremos á conclusão de que todos eles têm como base amor, justiça e paz, conceitos preconizados em toda a Palavra, a qual devemos estudar e analisar minuciosamente a fim de nos aproximar do Senhor em espírito e em verdade.

Aprender sobre o Senhor é uma das mais amorosas maneiras de demonstrar adoração e reverência. Dedicação e esforço fazem parte desta tarefa que só pode ser conduzida pelo Espírito de Deus. Quando nos encarregarmos de estudar a Palavra os preceitos divinos naturalmente se desenvolverão em nós e estarão evidentes em nosso comportamento e estilo de vida.

Fazer as coisas à maneira de Deus faz toda a diferença, pois praticando Seus ensinamentos nos tornamos sal e luz, testemunhando a bondade de Deus através de obras frutíferas espontaneamente enraizadas no amor de Cristo.



Leia Mais ►

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

DE FÉ EM FÉ

ROMANOS CAP 1 VERSO 16 E 17
Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.


Se você pedir a bênção de Deus sobre sua vida, Ele irá abençoá-la, ainda que para isso Ele aja de maneiras temporariamente incompreensíveis. Mesmo que você não entenda como Ele irá fazer o que Lhe apraz, a atitude mais sensata e sábia é confiar e acreditar que Ele sempre fará o que é o melhor. Não importa o que digam, não importa nem mesmo o que você pense em momentos de fraqueza.

O fato é que se a fé de alguém estiver firmada em Cristo, este alguém jamais será frustrado. Por essas e outras razões é que a paciência é uma característica que precisa ser cultivada e valorizada por todo cristão. Quando tudo parecer nos empurrar para longe do Senhor precisamos buscar forças no Espírito Santo para continuarmos na batalha diária que é viver de fé em fé neste mundo caído.

A vida de um cristão jamais será trivial e convencional aos olhos do mundo. Deus realiza maravilhas em nossas vidas para a glória do Seu nome, utilizando meios que revelam o Seu poder e a Sua graça, provocando milagres que de outras maneiras seriam impossíveis.

Quando o Espírito Santo trabalha em nossas vidas torna-se natural observarmos mudanças em nós mesmos e a dúvida é substituída pela fé. Muitos creem que ser cheio do Espírito Santo significa adotar a prática da glossolalia, sapatear, cuspir fogo, rolar no chão, dentre diversas outras atitudes que demonstram irracionalidade e imaturidade espiritual.

Ser cheio do Espírito Santo significa frutificar amor, gozo, paz, mansidão, temperança, longanimidade, benignidade, bondade e fé. Significa ser honesto, ter um caráter lapidado por Cristo. É escolher dizer a verdade mesmo quando mentir parecer inevitável. É estar continuamente alegre em Cristo sem ser afetado por circunstâncias externas. É ser pacífico, benevolente, amoroso, perdoador, acolhedor, disposto a instruir e ser instruído com base na Palavra. É se arrepender quase que instantaneamente por haver pecado. Tudo isso só pode ser realizado pelo Espírito de Deus, não temos mérito algum. Esta é uma mudança gradual a ser notada em qualquer cristão verdadeiro. 



Leia Mais ►

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

DEUS VÊ TUDO E A TODOS

"Ai dos que querem esconder profundamente o seu propósito do Senhor, e fazem as suas obras às escuras, e dizem: Quem nos vê? E quem nos conhece?" (Isaías 29:15)


Quero alertar na mensagem dessa semana  você com esta advertência de Isaías. Você tem feito algo Às escondidas? Tem feito algo oculto, “dentro de quatro paredes” onde ninguém pode ver? São mensagens secretas no celular, contatos e telefonemas feitos em horas indevidas?

Troca de olhares discretamente feitos ou documentos sendo fraudados com muita sutileza e esperteza? 

Saiba de uma coisa é que você pode ter a certeza é que DEUS é um DEUS Onipresente , ou seja , ele está em TODOS OS LUGARES assim como testifica o livro de Proverbios Capitulo 15 verso 3 que nos confirma assim : Os olhos do SENHOR estão em todo o lugar , contemplando os maus e os bons 



Antes que você seja descoberto pelo Senhor, aconselho-te que se arrependa e deixe essa prática imediatamente! Pois Daquele que tudo vê, não podemos esconder nada!



Leia Mais ►

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

PRODUZINDO ARREPENDIMENTO

MATEUS CAPITULO 3 VERSO 8

8 - Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;


Arrepender-se é ir contra a natureza humana que quer sempre estar com a razão. Para se arrepender você precisa admitir que falhou, e seu ego não vai gostar disso. Você pode até fazer algo para reparar o dano e mesmo assim não estar arrependido, como quando paga uma multa de trânsito. Você sente-se mal pelo dinheiro que gastou, mas não pela infração que cometeu.

Ao pecarmos, nosso primeiro impulso é jogar a culpa em alguém, e isso não vem de hoje. Eva jogou a culpa na serpente: “A serpente me enganou, e eu comi” (Gn 3:13). Adão culpou a mulher e o próprio Deus: “Foi a mulher que [tu] me deste por companheira que me deu do fruto da árvore, e eu comi” (Gn 3:12). Colocar a culpa no outro é um instinto carnal, mas julgar a si mesmo e se considerar culpado é o resultado da graça operada por Deus na alma, algo contrário à natureza humana.

Três coisas nos levam ao arrependimento: a bondade de Deus, o juízo futuro e a tristeza: “Ou será que você despreza as riquezas da sua bondade, tolerância e paciência, não reconhecendo que a bondade de Deus o leva ao arrependimento?” (Rm 2:4). “Deus… agora ordena que todos, em todo lugar, se arrependam. Pois estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio do homem que designou” (At 17:30- 31). “A tristeza segundo Deus produz um arrependimento que leva à salvação e não remorso, mas a tristeza segundo o mundo produz morte” (2 Co 7:9).

O arrependimento genuíno é um exercício profundo de alma, O arrependimento verdadeiro gera uma mudança de atitude, mas o falso é apenas uma fuga das consequências, como acontece com o bandido que se diz arrependido só porque foi preso. Ao tratar com os fariseus e saduceus, que só tinham aparência de piedade, João Batista os alertou da necessidade de demonstrar o arrependimento na prática: “Quem lhes deu a ideia de fugir da ira que se aproxima? Deem fruto que mostre o arrependimento!” (Mt 3:7)



Leia Mais ►