Coloque no seu Site

sábado, 12 de janeiro de 2013

Precisamos voltar ao Primeiro Amor



A Graça e a paz de Jesus esteja com todos vós.

Você já parou para pensar que Jesus te ama incondicionalmente? Que a tamanha do amor é tão grande que perdoa todos seus erros? Que também se entregou por ti na cruz, em morte violenta!
Você pode dizer que a morte de Jesus não foi a maior morte, mas eu digo que foi sim!
Você pode dizer que a pior morte foi a qual que matou várias pessoas, eu digo que a pior foi na cruz!
Então, quando houve a segunda ou a primeira guerra, diversas pessoas morreram, quando houve o atentado em Nova York, houve numero grandes em mortes, e diversas outras. Porem nenhuma dessas mortes é pior que a de Jesus!
Jesus é Santo, Jesus é Filho de Deus, Jesus é Deus, Jesus não tinha pecados!
E os que morreram? Qual títulos eles apresentam?
Jesus era inocente e morreu, a inocência que trato é sem pecado! E os outros, eram inocentes?

O Amor de Deus Pai é mui grande para seu Filho Jesus, mas Ele entregou o Filho a morte, por você! Deus demostrou um enorme amor por ti!
E é desse primeiro amor que devemos voltar, pois Ele nos amou de uma forma enorme, nos amou primeiro, nos amou antes de sermos plantados na barriga de nossa mãe.
Existem desvios dos evangelhos, tanto como doutrina, mudança de religião ou abandono da fé. Mas Jesus não morreu por nós para vivermos religião, Cristo morreu para vivermos Ele. Não foi morto para sermos seguidores de doutrinas, mas sim dEle. Não foi morto para que colocamos fé em santos, deuses, homens, mas em Emanuel, o Deus conosco.

Então querido ou querida, o tempo de voltar ao primeiro amor é agora, não é amanhã, nem depois de conversa com seu pastor doutrinado ou ler a bíblia  é agora e agora! Jesus te espera com braços aberto. Quem sabe você não é como aquele filho prodigo? Que conseguiu tudo com seu pai, e o deixou, indo embora, e esse filho perde tudo, e volta ao pai, e pede para ser tratado como criado, mas antes ele se arrepende pois pecou contra seu pai!
O pai desse garoto se alegra, porque seu filho voltou, e prepara uma festa para seu amado filho e presta atenção, ele manda matar o novilho cevado. Que estava preparado
Lucas 15.23 trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijemos-nos;
Voltai ao primeiro amor, voltai a Cristo!
Voltai para Deus, o banquete ele prepara para ti
Salmos 23:5 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. 

Então vamos voltar para a parábola do filho prodigo:

Evangelho de Lucas cap.15 vers. 11 a 32)    

11- Certo homem tinha dois filhos ;
12- o mais moço deles disse ao pai : Pai, dá-me  a parte dos bens que me cabe . E ele repartiu os haveres. 
13- Passados não muitos dias, o filho mais moço, ajuntando tudo o que era seu , partiu para uma terra distante e lá dissipou todos os seus bens, vivendo dissolutamente.      
14-Depois de ter consumido tudo, sobreveio àquele país uma grande fome, e ele começou a passar necessidade . 
15- Então , ele foi e se agregou a um dos cidadãos daquela terra ., e este o mandou para os seus campos a guardar porcos.
16-Ali, desejava ele fartar-se das alfarrobas que os porcos comiam ; mas ninguém  lhe dava nada .
17- Então, caindo em si, disse : Quantos trabalhadores de meu pai têm  pão com fartura, e eu aqui morro de fome !
18- Levantar-me-ei , e irei ter com o meu pai, e lhe direi : Pai, pequei contra o céu e diante de ti ;
19- já não sou digno de ser chamado teu filho ; trata-me como um dos teus trabalhadores ;
20- E, levantando-se , foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e beijou .
21-E o filho lhe disse : Pai, pequei contra o céu e diante de ti ; já não sou digno de ser chamado teu filho.-
22- O pai, porém, disse aos seus servos :
Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés;
23- trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijemos-nos ;
24-porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado. E começaram a regozijar-se
25-Ora, o filho mais velho estivera no campo; e, quando voltava, ao aproximar-se da casa, ouviu a música e as danças.
26- Chamou um dos criados e perguntou-lhe que era aquilo .
27- E ele informou : veio teu irmão, e teu pai mandou matar o novilho cevado, porque o recuperou com saúde .
28- Ele se indignou e não queria entrar, saindo, porém, o pai procurava conciliá-lo.
29-Mas ele respondeu a seu pai. Há tantos anos  que te sirvo sem jamais  transgredir uma ordem tua, e nunca me deste um cabrito sequer para alegrar-me com os meus amigos ;
30-vindo, porém, esse teu filho, que desperdiçou os teus bens com meretrizes , tu mandaste matar para ele o novilho cevado
31-Então, lhe respondeu o pai : Meu filho, tu sempre estás comigo ; tudo o que é meu é teu.
32-Entretanto, era preciso que nos regozijássemos e nos alegrássemos, porque esse  teu irmão estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado.  

Lições extraídas: 

Nesta parábola, o Senhor ensina que uma vida de pecado e de egoísmo, no seu sentido cabal, é a separação do amor, comunhão e autoridade de Deus. O pecador ou desviado é como o filho mais jovem da parábola, que em busca dos prazeres do pecado, desperdiça os dotes físicos, intelectuais e espirituais que Deus lhe deu .  O resultado é desilusão e tristeza e, as vezes , condições pessoais degradantes, e, sempre, a falta da vida verdadeira e real, que somente se encontra no relacionamento correto com Deus. 
Antes de um perdido vir a Deus, ele precisa reconhecer seu verdadeiro estado, de escravidão do pecado e de separação de Deus.  Precisa voltar humildemente ao Pai, confessar seus pecados e estar disposto a fazer tudo quanto o Pai quiser.  É o Espírito Santo quem convence o perdido pecador da sua situação pecaminosa. 
A descrição que Jesus faz da reação favorável do pai, diante da volta do filho, ensina várias verdades importantes :
(1)  Deus tem compaixão dos perdidos por causa da triste condição deles .
(2)  o amor de Deus por eles é tão grande que nunca cessa de sentir pesar por eles e esperar a sua volta
(3)  Quando o pecador, de coração, volta para Deus, ele sempre está plenamente disposto a acolhê-lo com perdão, amor, compaixão, graça e os plenos direitos de um filho. Os benefícios da morte de Cristo, a influencia do Espírito Santo e a graça de Deus estão à disposição daqueles que buscam a Deus.
(4)  A alegria de Deus pela volta dos pecadores é imensurável.
No versículo 24 – o pai diz : Meu filho estava morto...perdido- “Perdido” é empregado no sentido de estar perdido em relação a Deus , como “ovelha desgarrada”. A vida afastada da comunhão com Deus é morte espiritual. Voltar-se para Deus é alcançar vida verdadeira.
No versículo 28- O filho mais velho se indigna, O filho mais velho representa aqueles que têm sua religião e que exteriormente guardam os mandamentos de Deus, porém interiormente estão longe d'Ele e dos seus propósitos para o seu reino.

Veja o vídeo:



Conclusão: Precisamos voltar ao Primeiro Amor, ao Deus dos Evangelhos da Bíblia e não ao Deus dos Evangélicos, precisamos voltar ao Único que demostrou tamanha amor por nós, esse nome tem Poder, é Jesus Cristo, nome exaltado por Deus Pai. Lembrai, que quando voltamos a Deus, Ele nos recebe com jubilo, recebe mui feliz pelo seu filho "pecador" ter voltado, a felicidade de Deus é grande quando ver um quebrantando coração diante dEle!
Sempre temos mais uma chance !
Matheus Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário