Coloque no seu Site

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Israel tornando-se uma sociedade sem dinheiro

Uma comissão especial chefiada por Harel Locker, diretor geral do gabinete do primeiro ministro, recomendou um plano de três fases para todos, que irá acabar com transações em dinheiro de Israel.
A motivação para a análise de uma economia menos dinheiro é o combate ao branqueamento de capitais e outras táticas de evasão fiscal, maximizando assim a arrecadação de impostos potencial e grande expansão da base tributária. Isso é importante, considerando a enorme tensão colocada no orçamento do Israel nacional pelo exército, sistema de saúde e outros serviços públicos.
O comitê estima que o mercado negro representa mais de 20 por cento do PIB de Israel, e dinheiro é o fator facilitador. Caixa permite a evasão fiscal, lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo mesmo.
"De acordo com estimativas da Autoridade Tributária, cerca de um quinto da atividade econômica em Israel não é relatada,  é um mercado negro ", disse o Locker. "Como resultado deste mercado negro, Israel perde receitas fiscais no bairro de 40-50000000000 shekels (US $ 11 - 14000000000 dólar) por ano. Este é um montante igual ao dos orçamentos anuais individuais do Ministério da Defesa, o Ministério da Saúde e o Ministério da Educação. "
O que a comissão gostaria de ver acontecer, enquanto se aguarda a aprovação do governo, é maior restrição ao uso do dinheiro, o que limita o uso de cheques como meio de pagamento e troca de dinheiro, e promoção do uso de meios eletrônicos (e, portanto, passíveis de verificação) de pagamento.
As seguintes diretrizes foram definidas pelo comitê para o curto prazo:
  • Transações comerciais limite feito em dinheiro ou cheque para NIS 7.500 (2.150 dólares) imediatamente, e reduzir ainda mais que a NIS 5.000 ($ 1.433) um ano a partir da data da legislação;
  • Limite transações privadas feitas em dinheiro ou cheque para NIS 15.000 ($ 4.300);
  • Qualquer violação desses limites seria uma ofensa criminal que justifique uma multa dura.

Em conjunto com essas novas restrições, os bancos israelenses seriam obrigados a fornecer a todos os titulares de conta com cartão de débito para promover ainda mais os pagamentos eletrônicos.
O comitê concluiu que os israelenses já são propensos a escolher os métodos de pagamentos eletrônicos, e assim espera que a mudança para uma sociedade sem dinheiro seria um bom ajuste para a economia israelense.

Fonte: Israel Today
Leia Mais ►

JESUS ACALMA TODA A TEMPESTADE

LUCAS 8 : 23 AO 25

23 - E navegando eles , adormeceu ; e sobreveio uma tempestade de vento no lago , e enchiam-se de água , estando em perigo 

24 - E, chegando-se a ele, o despertaram, dizendo: Mestre, Mestre, perecemos. E ele, levantando-se, repreendeu o vento e a fúria da água; e cessaram, e fez-se bonança.

25 - E disse-lhes: Onde está a vossa fé? E eles, temendo, maravilharam-se, dizendo uns aos outros: Quem é este, que até aos ventos e à água manda, e lhe obedecem?


Quantos de cada um de nós passamos problemas nas nossas Vidas ,não é mesmo? Muitas das vezes nos sentimos assim como os discipulos de Jesus Cristo nesta passagem que eu destaquei nesta postagem 
Cada vez mais parece que os problemas que vem a representar as tempestades e ventos  querem alcançar e assim atingir o barco das nossas Vidas 

Portanto , VOCÊ que ainda não deixou Jesus Cristo a entrar no barco da sua Vida . NÃO PERCA MAIS TEMPO !!!! Convide para que JESUS esteja sempre guiando o barco da sua Vida , todas as coisas na sua Vida estarão sobre o controle de Deus e guiado pelo Espirito Santo

Mas , se VOCÊ já é servo ou serva do Deus Altissimo e você está passando por esse momento na sua Vida ou para lembrar quando estive nesta situação que é o seguinte : A presença de JESUS no barco não significa que não passaremos por tempestades e aflições mais temos a certeza de que JESUS estará conosco em todos os momentos 


Não importa o quão grande seja a tempestade na tua vida pois quando a provação vier tenha em mente a certeza que DEUS está contigo , ele não te abandona . E ainda que você ache que vai afundar , acredite em uma coisa , Jesus está no barco e então ELE te pega na sua mão e diz : Não temas , crê somente porque EU sou contigo , assim diz o Senhor nosso Deus 





Confira abaixo lindas canções em Videos  de Deus para os nossos Corações para que Você venha a meditar e o Espirito Santo falar ao seu Coração .
Os Videos estão com a letra da musica para que assim você possa louvar ao SENHOR . Vale a Pena Conferir !!


EYSHILA - POSSO CLAMAR





 GISLAINE E MYLENA - O BARCO 




GISELLI CRISTINA - MEU BARQUINHO (PART.: MOYSES CLEITON )



ANDERSON FREIRE - ACALMA O MEU CORAÇÃO 





Bem...se Você está lendo esse texto até aqui , quero agradecer primeiramente a Deus por essa oportunidade de contribuir para a divulgação do evangelho dELE . E agradecer a Você por ter lido essa mensagem . Que DEUS possa falar cada vez mais ao seu coração e que ELE seja sempre o nosso Único Abrigo 
Te convido a COMPARTILHAR este post nas suas redes sociais para que muitas pessoas venham a reconhecer que JESUS CRISTO É O SENHOR . 
Se puder deixe um comentário para avaliar as mensagens que eu publico com muito carinho e amor a obra de Deus 
Leia Mais ►

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Vigiem nos jogos irmãos...

   O cristão e a copa do mundo!



   Olá irmãos e irmãs em cristo, venho aqui hoje movido pela vontade de manifestar aqui a minha opinião baseada na bíblia sobre o cristão no futebol... Já que estamos em copa do mundo!

   “Vocês são o sal para a humanidade, mas, se o sal perde o gosto, deixa de ser o sal e não serve para mais nada. É jogado fora e pisado pelas pessoas que passam.”

                                                                                                           Mateus 05 versículo 13.

   Por que eu iniciei com tal abordagem?

Simples, hoje em dia vimos claramente através das notícias, jogos televisionados, jornal e outras mídias sociais, tragédias que se iniciaram no que se dizia ser apenas um dia de diversão em um campo de futebol, exatamente por isso, iniciei com um versículo onde o mestre nos deixa incumbidos de uma tamanha responsabilidade, que seria fazer a diferença e mostrar o poder do evangelho em meio a degradação moral do mundo onde vivemos.
   Sei que não é segredo a imensidão de palavras torpes que são lançadas uns contra os outros criando assim brigas e desentendimento que na pior das hipóteses pode levar a morte de alguém, levando isso ao lado espiritual, Jesus nos ensina a ser a sua imagem e semelhança:

“ Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”

                                                                                                           Gênesis 01 versículo 26.

"A quem, pois, me fareis semelhante, para que eu lhe seja igual? diz o Santo."

                                                                                                            Isaías 40 versículo 25.

Então eu me pergunto...

- Jesus sentaria em uma arquibancada e começaria a gritar por um time chegando a ser na maioria das vezes idolatria?

  Acho que para todos a resposta se mostra clara.
  Se o Santo nos diz para se torna o seu semelhante, porque vejo muitos crentes imitando o Neymar e outros jogadores?
Por mais que seja um bom assunto, é assunto pra outro assunto, rs.

"Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores."

                                                                                                            Salmos 01 versísculo 1.

  Seria impossível falar da copa do mundo sem sitar o versículo a cima, muitas pessoas estampam em cristos um título de "brega" por não participar de festinhas onde rola tudo o que não presta, mas, se ser brega é preferir pegar um cineminha com os irmãos ou ir a um culto de jovens louvar, cantar e pular na presença de Deus acho que eu quero morrer "brega"... E a copa do mundo não sera diferente dessas festinhas então temos que analisar bem da onde assistiremos aos jogos, como diria um velo ditado popular:

"Diga - me com quem tu andas e eu direi quem tu és."

  Irmãos e irmãs, não estou dizendo que é proibido assistir aos jogos, más se levarmos apenas como um esporte e um passatempo que é o verdadeiro motivo por trás dessa distorção.. teremos a permissão de Deus .

Meu nome é Gabriel Ribeiro e essa é a minha opinião, se alguém discorda dos assuntos aqui abordado por favor não exite em me comunicar..

Que Cristo ilumine a vida dos irmãos e que reflitam sobre isso, que em alguns casos pode ser um grande laço do inimigo .







Leia Mais ►

terça-feira, 6 de maio de 2014

Dia da Independência de Israel 66 Anos


Yom Ha'atzmaut ( hebraico : יום העצמאות yom ha-'aṣmā'ūṯ; árabe : الإستقلال 'Id al-عيد Istiqlal) é o Dia da Independência de Israel, que comemora sua declaração de independência no ano 1948.
Comemorado anualmente no dia 5 do mês judaico de Iyar, que gira em torno da declaração do estado de Israel por David Ben Gurion, o primeiro chefe de estado, em Tel Aviv no dia 14 de maio de 1948( 5 Iyar, ano de 5708 ), e marca também o fim do Mandato Britânico da Palestina.
É sempre precedido pelo Yom Hazikaron, que lembra a memória dos soldados israelenses e das vítimas do terrorismo no dia 4 de Iyar.
Uma cerimônia oficial é realizada a cada ano no Monte Herzl em Jerusalém, na noite de Yom Ha'atzmaut. A cerimônia inclui um discurso do presidente do Knesset (o Parlamento israelense), uma apresentação dramática, uma marcha de soldados carregando bandeiras de Israel , formando estruturas elaboradas (como Menorah , Magen David e um número que representa a idade de Israel) e da acender de doze tochas (uma para cada uma das Tribos de Israel).
Todos os anos uma dezena de cidadãos israelenses que fizeram uma grande contribuição social em uma área selecionada, são convidados acender as tochas em cadeia nacional.
Outros eventos tradicionais do Yom Ha'atzmaut:
O Concurso Internacional de Bíblia
Cerimônia do Prêmio Israel
Apresentações militares aéreas
Visitação a bases militares
Os rituais específicos envolvidos na observância deste dia vem se desenvolvendo:
O Rabino Chefe juntamente com outras autoridades religiosas declararam que Yom Ha'atzmaut é um dos feriados judaicos em que Hallel(cântico de louvor) deve ser dito.
O movimento religioso sionista criou uma liturgia para o feriado, o que por sua vezes inclui a recitação de alguns salmos, a leitura de uma parte dos Profetas ( Haftará ), na manhã de feriado.
Um segmento do campo religioso sionista, semelhante ao movimento de reforma, tem promovido a inclusão de uma versão de Al Hanisim (sobre os milagres). Este segmento incluiu o Rav David Bar Hayim do Machon Shilo e do Instituto do Templo. O Movimento da Reforma também sugeriu que essa adição.
Outras mudanças para as orações diárias incluem recitando Hallel , dizendo que a expansão Pesukei D'Zimrah do Shabat (a mesma prática que é observada na quase universal Hoshaná Rabá), e / ou tocar o Shofar.
O Rabino Joseph Soloveitchik, que pronunciou o Hallel neste dia, ainda questionou o imperativo Halachic em canonizar essas mudanças. O Movimento Conservador instituiu a leitura da Torah em parte do dia, bem como a inclusão de uma versão de Al Hanisim (para os milagres ...), que normalmente é recitada em Chanucá e Purim. Alguns lugares também lê-se a Haftará em Isaías 10:32-12:6, que também é lido no último dia de Pessach.
O Movimento da Reforma sugere a inclusão de Ye'leh V'yavo. Uma adição à Amidá que também está incluído no Rosh Chodesh(o novo mês), Regalim Shalosh(os festivais de peregrinação), Rosh Hashanah e Yom Kippur.
Muitas famílias de Israel, independentemente do cumprimento ou filiação, comemoram este dia com piqueniques e churrascos (conhecido no jargão israelense como um mangal - a partir da palavra árabe منقل significa "estufa").
Na véspera do feriado, as pessoas cantam e dançam nas ruas. Varandas são decoradas com bandeiras de Israel , e bandeiras colocadas nas janelas dos carros. Alguns deixam as bandeiras içadas até após Yom Yerushalayim(Dia de Jerusalém).
Alguns Hasidim e judeus ortodoxos recitam Hallel, enquanto outros não fazem mudanças em suas orações diárias.
Alguns cidadãos árabes de Israel celebram o Yom Ha'atzmaut mas outros consideram-no um dia trágico de sua história e chamam-no de Al-Nakba ("a catástrofe"). Os drusos comemoram a independência de Israel desde o início. O Dia da Independência também foi comemorado pelo beduínos e os circassianos de Israel.
Alguns religiosos anti-sionistas judeus exibem uma bandeira preta e cinza e usam saco em sinal de luto. Os membros das seitas chassidicas Satmar, Aaron, Avraham Yitzchak , Munkatch e Vizhnitz -Monsey vêem como pecado o povo ter criado o Estado judaico antes da vinda do Messias.

Um dos dias mais importantes e felizes na nação de Israel

Exatamente em contraste e ao contrário do dia anterior, o Yom Hazikaron, no Yom Haatzmaut se comemora a Independência de Israel, após cerca de 2.000 anos de história, a nação judaica volta a ter a liberdade de cultuar em sua própria terra e de viver novamente uma vida de sociedade pluralista e tolerante em que a liberdade religiosa é garantida aos seus cidadões, principalmente aos judeus após o holocausto.

Israel 65 Anos de Independência

A festa de independência de Israel começou 15 de Abril de 2013 por volta das 20:00 hs com shows e fogos por todo o país. Hoje os israelenses lotaram os parques nacionais, praias e reservas florestais afim de realizarem o famoso churrasco da independência que leva milhões a participarem todos os anos.
Yom Ha'atzmaut ( hebraico : יום העצמאות yom ha-'aṣmā'ūṯ; árabe : الإستقلال 'Id al-عيد Istiqlal) é o Dia da Independência de Israel, que comemora sua declaração de independência no ano 1948.
Comemorado anualmente no dia 5 do mês judaico de Iyar, que gira em torno da declaração do estado de Israel por David Ben Gurion, o primeiro chefe de estado, em Tel Aviv no dia 14 de maio de 1948( 5 Iyar, ano de 5708 ), e marca também o fim do Mandato Britânico da Palestina.
É sempre precedido pelo Yom Hazikaron, que lembra a memória dos soldados israelenses e das vítimas do terrorismo no dia 4 de Iyar.
Uma cerimônia oficial é realizada a cada ano no Monte Herzl em Jerusalém, na noite de Yom Ha'atzmaut. A cerimônia inclui um discurso do presidente do Knesset (o Parlamento israelense), uma apresentação dramática, uma marcha de soldados carregando bandeiras de Israel , formando estruturas elaboradas (como Menorah , Magen David e um número que representa a idade de Israel) e da acender de doze tochas (uma para cada uma das Tribos de Israel).
Todos os anos uma dezena de cidadãos israelenses que fizeram uma grande contribuição social em uma área selecionada, são convidados acender as tochas em cadeia nacional.
Os rituais específicos envolvidos na observância deste dia vem se desenvolvendo:
O Rabino Chefe juntamente com outras autoridades religiosas declararam que Yom Ha'atzmaut é um dos feriados judaicos em que Hallel(cântico de louvor) deve ser dito.
O movimento religioso sionista criou uma liturgia para o feriado, o que por sua vezes inclui a recitação de alguns salmos, a leitura de uma parte dos Profetas ( Haftará ), na manhã de feriado.
Um segmento do campo religioso sionista, semelhante ao movimento de reforma, tem promovido a inclusão de uma versão de Al Hanisim (sobre os milagres). Este segmento incluiu o Rav David Bar Hayim do Machon Shilo e do Instituto do Templo. O Movimento da Reforma também sugeriu que essa adição.
Outras mudanças para as orações diárias incluem recitando Hallel , dizendo que a expansão Pesukei D'Zimrah do Shabat (a mesma prática que é observada na quase universal Hoshaná Rabá ), e / ou tocar o Shofar.
O Rabino Joseph Soloveitchik, que pronunciou o Hallel neste dia, ainda questionou o imperativo Halachic em canonizar essas mudanças. O Movimento Conservador instituiu a leitura da Torah em parte do dia, bem como a inclusão de uma versão de Al Hanisim (para os milagres ...), que normalmente é recitada em Chanucá e Purim. Alguns lugares também lê-se a Haftará em Isaías 10:32-12:6, que também é lido no último dia de Pessach.
O Movimento da Reforma sugere a inclusão de Ye'leh V'yavo. Uma adição à Amidá que também está incluído no Rosh Chodesh(o novo mês), Regalim Shalosh(os festivais de peregrinação), Rosh Hashanah e Yom Kippur.
Muitas famílias de Israel, independentemente do cumprimento ou filiação, comemoram este dia com piqueniques e churrascos (conhecido no jargão israelense como um mangal - a partir da palavra árabe منقل significa "estufa").
Na véspera do feriado, as pessoas cantam e dançam nas ruas. Varandas são decoradas com bandeiras de Israel , e bandeiras colocadas nas janelas dos carros. Alguns deixam as bandeiras içadas até após Yom Yerushalayim(Dia de Jerusalém).
Alguns Hasidim e judeus ortodoxos recitam Hallel, enquanto outros não fazem mudanças em suas orações diárias.
Alguns cidadãos árabes de Israel celebram o Yom Ha'atzmaut mas outros consideram-no um dia trágico de sua história e chamam-no de Al-Nakba ("a catástrofe"). Os drusos comemoram a independência de Israel desde o início. O Dia da Independência também foi comemorado pelo beduínos e os circassianos de Israel.
Alguns religiosos anti-sionistas judeus exibem uma bandeira preta e cinza e usam saco em sinal de luto. Os membros das seitas chassidicas Satmar, Aaron, Avraham Yitzchak , Munkatch e Vizhnitz -Monsey vêem como pecado o povo ter criado o Estado judaico antes da vinda do Messias.
Leia Mais ►

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Membros da tribo perdida de Manassés chegam em Israel

Um grupo de 38 pessoas descendentes da tribo perdida de Bnei Menashe (tribo de Manassés) chegou da Índia ao maior aeroporto de Israel, Ben Gurion onde foram recebidos por seus familiares.
Os imigrantes, que provem do estado indiano Mizoram, foram levados para Israel pela organização, a qual recebeu recentemente uma permissão do governo israelense para levar a 900 Bnei Menashe ao Estado Judeu nos próximos 15 meses.
Osa Bnei Menashe são descendentes da tribo de Menashe, uma das dez tribos perdidas de Israel, que foram exilados pelo Império Assírio após a morte do rei Salomão há mais de 2.700 anos atrás.
O presidente da Shavei Israel, Michael Freund, que acompanhou o grupo de imigrantes no voo desde a Índia, qualificou como “um momento histórico”.
Este é o começo da Operação Menashe, o retorno desta tribo perdida a nosso povo e a nossa terra. Os Bnei Menashe enfrentaram 27 séculos de exílio e, como previsto pelos profetas de Israel, agora estão voltando para casa”, disse.
Entre os recém-chegados, dos quais quase a metade são menores de 18 anos, se encontra Yaffa Lhundo, uma viúva de 76 anos, cujo marido morreu no ano passado antes de ter a oportunidade de realizar seu sonho de se mudar para a Terra Prometida. Lhundo foi recebida no aeroporto de Ben Gurion pelo seu filho e neto (foto), a quem não via há mais de sete anos. Ela não pôde conter as lágrimas de alegria e orgulho de ver seu neto, que serve em uma unidade de combate de infantaria de elite da Força de Defesa de Israel, com seu uniforme.
O vôo foi patrocinado pela Embaixada Cristã Internacional de Jerusalém (ICEJ).
Leia Mais ►